Museu Charlier

Museu Charlier

O Museu Charlier é uma mansão do século XIX que foi residência de Henry Van Cutsem, um rico colecionador e mecenas das artes.

O Museu Charlier, localizado no coração de Bruxelas, é uma mansão do século XIX que foi a residência de Henry Ban Cutsem, um rico colecionador e mecenas das artes. No museu são expostas pinturas, esculturas, tapetes e diferentes objetos decorativos que também são obras de arte.

História do museu

Em 1890, Cutsem pediu ao arquiteto Víctor Horta que transformasse sua casa em um local para expor suas coleções. Após a morte de Cutsem, seu amigo e escultor Charlier levou suas exposições a outro museu no sul da Bélgica e colocou as suas na casa.

Depois da morte de Charlier, o edifício e tudo que havia nele foram doados à cidade para serem usados como museu. Em 1928 foi inaugurado o Museu Charlier, uma magnífica casa onde são expostas pinturas, esculturas, objetos de cristal e porcelana, objetos chineses, de prata, tapetes e alguns móveis de estilo Luís XV.

Se tiver tempo suficiente

O Museu Charlier não é uma das visitas mais importantes de Bruxelas, mas, se você tiver tempo suficiente, tampouco é uma opção descartável. Sua localização, perto do Parque de Bruxelas, faz com que você possa ir até ele sem precisar se deslocar muito e visitá-lo em menos de uma hora. 

Horário

De segunda a quinta: das 12:00 às 17:00 horas.
Às sextas: das 10:00 às 13:00 horas.

Preço

Adultos: 5€.
Estudantes e terceira idade: 4€.
Carteirinha jovem: 3€.
Jovens até 18 anos: entrada gratuita.
Entrada gratuita com Brussels Card.

Transporte

Metrô: Arts-loi, linhas 1 e 5.
Ônibus: Arts-loi, linha 22.