Museu da História em Quadrinhos

Museu da História em Quadrinhos

A Bélgica é um dos principais países impulsionadores da História em Quadrinhos e Timtim é sua criação mais importante. O Museu da HQ possui mais de 6.000 obras originais.

O Museu da História em Quadrinhos de Bruxelas (Centre Belge de la Bande Dessinée ou CBBD) presta uma homenagem à paixão belga pelos quadrinhos (chamados bandes dessinées) e a muitos artistas mundialmente conhecidos.

O museu está instalado em um antigo edifício de estilo Art Nouveau que foi desenhado pelo conhecido arquiteto Víctor Horta.

O interior do museu

Na primeira parte do museu há uma pequena exposição dedicada ao processo de criação dos quadrinhos, desde o nascimento da ideia até que adquire forma visual e se prepara para a impressão.

Na zona conhecida como “Espace Saint Toche” são exibidas algumas das mais de 6.000 obras originais que o museu possui, muitas delas recuperadas das lixeiras dos escritórios dos principais editores.

Uma parte do museu, conhecida como “le Musée de l’Imaginaire”, relembra a origem da HQ estudando os personagens clássicos, enquanto, no andar superior, as exposições se concentram na História em Quadrinhos atual, baseada principalmente em obras satíricas, políticas e eróticas.

Tudo gira em torno de Tintim

O museu da HQ presta uma homenagem especial a Tintim, o famoso jornalista criado por Hergé em 1929, que foi traduzido em mais de quarenta idiomas para vender mais de 140 milhões de cópias de suas histórias mundo inteiro. 

Os belgas adoram

Embora para os belgas o Museu da HQ seja um lugar de culto, nós não gostamos tanto, já que expõe basicamente obras em francês. Mas, se você fala o idioma, é uma ótima opção. 

Horário

Todos os dias: das 10:00 às 18:00 horas.

Preço

Adultos: 10€.
Maiores de 65 anos: 8€.
Crianças de 12 a 25 anos: 7€.
Crianças menores de 12 anos: 3,50€.
Entrada gratuita com o Brussels Card.

Transporte

Metrô: Botanique, linhas 2 e 6; De Brouckère linhas 1 e 5; Rogier, linhas 2 e 6.
Bonde: De Boukere, linhas 3, 4, 31, 32 e 33.
Ônibus: Anspach-de Brouckere, linhas 29, 38, 63, 66, 71 e 86.